LEGALIDADE ESPIRITUAL

LEGALIDADE ESPIRITUAL

A paz do Senhor seja com todos.
Hoje quero conversar sobre um assunto no qual o Espírito Santo vem ministrando muito forte na minha vida por estes dias.

Legalidade espiritual é um assunto muito sério, porém a gente muitas vezes não dá tanta importância assim para ela. Podemos chamar legalidade de autoridade ou poder que alguém ou alguma coisa tem sobre nós quando permitimosque desta forma proceda.

Isto acontece em grande parte pelo descaso com as chamadas "brechas", ou então as "aberturas" que damos para o pecado adentrar em nossas vidas, cedendo as tentações, aos desejos impuros da carne até que quando percebemos estamos num lamaçal de imundícia e percebemos o quão longe estamos de Deus. O pecado faz separação entre o homem e Deus, não entre Deus e o homem.
Se formos voltar lá no Éden, quando Adão e Eva pecaram, Deus veio ao findar do dia como sempre vinha, ainda que estes tivessem errado. Mas quem foi que fugiu da Presença mesmo? Justamente: Adão e Eva. E sabe por quê? Porque o pecado traz culpa, vergonha, traumas e uma série de outras consequências... Mas Deus sempre vai estar ali, porque Ele é bom.

Mas como é que damos legalidade para os principados e potestades das trevas nos afligir? 
Normalmente acontece quando achamos que estamos fortes, quando pensamos que "não tem nada haver", quando cedemos à coisas e situações que o Espírito Santo não faria, quando ao invés de fugirmos das tentações, nós tentamos resistir, e por aí vai.
Paulo vai dizer que o bem que ele queria fazer ele não fazia, mas o mal quando ele via, já o tinha cometido. Nossa carne tende para o mal, tende para as obras infrutuosas, por isso a Bíblia nos ensina a viver uma vida no espírito e não na carne, porque o espírito está pronto, mas a carne é fraca, e o fim da carne é morte, mas o fim de quem é guiado pelo Espírito de Deus é vida.

Toda a árvore que não der frutos será cortada e lançada ao fogo. Se não estamos gerando frutos (fruto do Espírito - mansidão, domínio próprio, bondade...) está mais que na hora de repensarmos nossa caminhada cristã.

LEGALIDADE > ALIMENTAÇÃO > FRUTIFICAÇÃO

Eis o segredo para sermos filhos irrepreensíveis, aptos para toda boa obra. Primeira coisa é a legalidade (poder) de Alguém operar em nossas vidas, isto é, precisamos dar autoridade para Deus fazer morada em nós e permitirmos que Cristo seja o cabeça da nossa casa espiritual.
Segunda coisa vai depender do que temos alimentado (legalidade contínua), se só vivermos um evangelho de aparências, estaremos alimentando uma vida cristã construída sobre areia, uma hora vai tudo para o chão, mas se estarmos nos alimentando de um evangelho sólido, firme e constante, iremos ir para o terceiro passo que é a frutificação. Você já viu alguma árvore se esforçando para dar o seu fruto? Não, pois ela o faz naturalmente. E é aí que está a questão: quando damos legalidade para Deus e alimentamos nosso espírito ao invés da carne em nossos dias, os frutos irão nascer naturalmente. E se você observar bem, não é a árvore que se alimenta dos seus próprios frutos, mas os outros. ELA SERVE.
Quem não serve aos outros, não serve para a obra de Deus.
Mas note o processo todo. Tem muitas pessoas se esforçando para dar frutos por aí, mas não adianta, Deus sabe quem é quem, Ele sabe separar joio de trigo muito bem, não foi a toa que a Palavra relata Deus ter visto graça ao olhar Noé e o livrado do extermínio que viria pelo dilúvio.

E tudo parte da legalidade que damos todos os dias, à todo momento.
Estamos dando abertura para crescermos, estamos dando poder à Deus para sermos moldados segundo à Sua vontade? Ou será que estamos dando brechas para que o diabo que é como leão e fica ao nosso derredor só procurando algum momento para que nos possa tragar?
Não se pode servir a dois senhores, ou agradará a um ou ao outro.
A que senhor estamos agradando? Ou melhor: quem tem sido o senhor de nossas vidas? Quem tem tido poder e autoridade sobre nós verdadeiramente?

O Evangelho nos confronta, porque ele se opõe à carne. Ele requer renúncia, obediência, amor.
Quem ama obedece naturalmente. Quem ama renuncia a si mesmo, toma a sua cruz e O segue.
Quem ama é porque O conhece.

Só poderemos dar legalidade para Cristo reinar em nossas vidas quando não for mais nada sobre nós, mas tudo sobre Ele. Quando nada mais importar para o "eu", mas importar em não entristecer o Seu Santo Espírito.
Ele nos ajuda em nossas fraquezas e não nos permite sermos tentamos mais do que podemos suportar.
Se tem algo te tirando do prumo, do rumo, vá ao seu quarto, feche a sua porta, conte tudo para Aquele que se importa. Ainda que você tenha pecado, ainda que tenha feito tudo errado, ainda que não se ache digno, porque de fato não somos, mas vá até Ele, busque, esta porta está aberta para você e NINGUÉM PODE FECHAR é só você entrar, e isso meu amigo, só depende de você.


Oração (ore comigo):
Pai, ajuda-nos a te devolver a autoridade e poder como Senhor que só Tu és -  o Deus das nossas vidas. Nos ensina Pai a viver de uma maneira santa, pura, remida e lavada pelo Teu sangue, a fim de que geremos frutos e frutos que permaneçam. Para que Senhor o Teu nome venha ser glorificado, para que venhamos dar bons testemunhos de filhos, porque sabemos e entendemos Deus que quem vê o filho tem que ver o Pai, então Deus quando olharem para nós, o mundo tem que ver Você. Não queremos viver segundo as concupiscências desta carne corrupta, tira de nós todo engano, toda cegueira espiritual, abre nossos olhos Pai para que possamos ver Tua face, conhecer o Teu coração e te agradar e te adorar em espírito e em verdade. Senhor, nos ajude a nos desviar da aparência do mal, a não cedermos as brechas, a não cairmos nas tentações, mas sim fugir de todas elas. Nos molda conforme a Tua vontade, queremos voltar à nossa Imagem e Semelhança de filhos, para que o velho homem morra todos os dias e que o novo homem interior venha ser renovado dentro de nós dia após dia, independentemente das situações externas. Em nome de Jesus nós te pedimos, amém.

Com grande amor e carinho.
Pâmela Würz.